Make your own free website on Tripod.com
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

 

PROFECIAS BÍBLICAS

          ÍNDICE

1 - Daniel e a Predição da História Mundial Daniel 2:16-28

2 - As Quatro Bestas e os Impérios Mundiais Daniel 7:1-10

3 - A Besta de Apoc 13 e a Guerra aos Santos Apoc 13:1-9

4 - O Trono de Davi e o Messias                     Salmo 89:28-37

5 - A Restauração de Israel                             Eze 37:1-14

6 - A Grande Batalha do Armagedom                 Zac 12:1-10

7 - O Reino Milenar Messiânico                     Isa 11:1-12

8 - Detalhes do Reino Milenar Messiânico      Isa 65:17-25

9 - Tempo de Recompensa dos Santos Luc 19:11-27

10 - A Igreja de DEUS na Profecia                       Apoc 12:1-17

11 - A Parábola do Trigo e do Joio                       Mat 13:24-30

12 - Como Será a Vinda do Senhor o Messias          Mat 25:15-35

13 - A Vinda de o Messias e o Anticristo                      II Tes 2:1-12

14 - As Setenta Semanas de Daniel     Dan 9:16-27

15 - Os 144 Mil e a Grande Multidão       Apoc 7:1-10

16 - Quem Será Levado e Quem Será Deixado? Mat 24:36-44

17 - Os Justos vão Realmente Morar no Céu?                            Apoc 21:1-8

18 - Jerusalém: A Cidade do Grande REI Salmo 48

19 - A Situação da Terra no Milênio                      Isa 11:1-10

20 - Redenção Completa na Cruz                          Heb 10:1-14

21 - Como é a Prisão de satanás?                     Apoc 20:1-10

22 - Haverá Mesmo um Juízo Investigativo? Apoc 20:7-15

23 - Discernindo Profetas e Profecias    Eze 13:1-9

24 - Promessas aos Gentios                           Gal 3:16-20

 

 

CLIC AQUI

Para Uma Versão de Impressão

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Curso de Investigação Bíblica Interdenominacional

Verso Áureo: "Não mandei os profetas, e todavia eles foram correndo; não lhes falei a eles, e todavia eles profetizaram."  (Jeremias 23:21)

23 - Discernindo Profetas e Profecias

 

INTRODUÇÃO DA LIÇÃO

 

A divisão religiosa em si já é algo reprovado por o ETERNO. Não existem duas verdades, como também não existem dois caminhos que nos levam à salvação.

Em todas as épocas, o ETERNO sempre escolheu um único povo que O representasse. Hoje não é diferente.

Acompanhando todo este engodo religioso, surgiram os que querem fazer­se passar por profetas, e muitos são aqueles que defendem e aceitam-nos.

Cremos fielmente no dom e no espírito de profecia, mas segundo os ditames da Palavra do ETERNO.

OBS: Antes de mais nada o Espírito de Profecia (Apoc 19:10) é a própria Escrituras pois esta é a Sua Palavra revelada (II Tim 3:16).

 

QUESTIONÁRIO

1. Que teste bíblico podemos aplicar nos profetas de nossos dias? Devemos crer em qualquer espírito que se apresenta como do ETERNO?

Buscando credibilidade, os profetas modernos envolvem-se em previsões e marcações de datas. Na maioria das vezes, ocorre exatamente o contrário do que profetizam.

Precisamos, não apenas conferir se suas profecias cumprem-se, mas verificarmos onde nos querem levar tais profetas. Somos orientados a provar os espíritos e a não temer os que usam falsamente o nome do ETERNO (I Jo 4:1).

O cumprimento de uma ou mais predições não é suficiente para que o profeta seja considerado como do ETERNO.

Normalmente eles aproveitam-se de uma ou outra predição bem sucedida para, após adquirir credibilidade, colocar suas falsas doutrinas (Dt 13:1-3; 18:21,22).

Temos que prová-los pelos seus ensinos e basta uma predição falsa, para concluirmos que são falsos. o ETERNO não mente nem se engana. (Tg 1:17).

OBS: O teste maior, de acordo com Isaías é: Não contradiz as Escrituras (Is 28:20). Veja outras dicas para conhecer o verdadeiro profeta de DEUS: Jr 28:9;  Dt 13:1-3;  Jr 14:14;  II Pd 1:21 e  I Jo 4:1-3.

 

2. Que exemplos bíblicos podemos citar, de que falsos profetas buscam credibilidade e procuram firmar-se como mensageiros do ETERNO?

Zedequias ilustrou sua profecia com uns chifres de ferro e tentou persuadir o profeta Micaías a dizer boas coisas ao rei.

Hananias, quebrando um jugo de madeira que estava no pescoço de Jeremias, tentava convencer o povo de Judá que, dentro de dois anos, traria de volta o rei Jeconias e os vasos da casa do Senhor que estavam na Babilônia, pondo fim ao cativeiro.

Esta mensagem contrariava a Jeremias, que anunciava um cativeiro de setenta anos (I Rs 22:1-14; Jr 27:2; 28:1-4, 10-17; 25:11,12).

 

3. Entre os falsos profetas atuais, o que podemos dizer de William Branham?

Nasceu nos Estados Unidos em 1909 e morreu em 1965. Fundou a seita "Tabernáculo da Fé" e considerava-se como o profeta Elias, vindo a preparar a Igreja para a volta de o Messias. Pregou que Caim era filho natural de Eva e a serpente, pois no seu entender, o pecado de Eva foi ter relações com o diabo.

Em seu livro "A Dispensação da Era de Laodicéia", págs. 6-9, afirma junto com a inspiração divina", que o Milênio deveria começar em 1977. Na verdade, a expressão bíblica "filhos do diabo", se refere aos homens que, por livre vontade estão no pecado. o Messias assim classificou alguns judeus que O queriam matar, não em função da genealogia deles, pois eram descendentes de Abraão, mas de suas atitudes homicidas (Jo 8:37-44).

 

4. O fundador do mormonismo, foi considerado como um profeta? Que informações temos sobre ele?

Joseph Smith Jr., de família metodista, nasceu em Sharon (EUA) em 1805 e foi linchado e assassinado em 1844 por uma multidão de Nauvoo-Illinois, EUA, que invadiu a prisão e o matou.

Sua morte está relacionada à doutrina da poligamia (casamento de um homem com várias mulheres - doutrina mantida no mormonismo até 1889 - abolida mediante lei do governo americano).

Fundou a seita em 1830, afirmando ter recebido, em placas de metal, a mensagem a ser pregada. Diz-se que o sucessor de Smith, Brighan Young, ao morrer deixou 17 viúvas e 56 filhos.

Uma grande blasfêmia mórmon:

"Yaohushua foi polígamo: Marta e Maria, irmãs de Lázaro, eram suas esposas pluralistas, e Maria Madalena era outra. Também, a festa nupcial de Caná da Galiléia, onde o Messias transformou a água em vinho, foi por ocasião de um de seus próprios casamentos". (Brighan Young em Wife n° 19, capo XXXV).

 

5. O que dizer de Russel e sua seita? Que sérios enganos permeiam o movimento russelita?

Charles Taze Russel fundou a seita hoje conhecida como "Testemunhas de Jeová". A princípio não usavam este nome, mas eram conhecidos por: Aurora Milenar, Auroristas Mileristas, Sociedade Panfletária Atalaia de Sião, A Sociedade Bíblica e Panfletária Atalaia, Associação Púlpito do Povo e Associação Internacional dos Estudiosos da Escrituras.

O nome "Testemunhas de Jeová" só passou a ser usado a partir de 1931. A seita ensina que o Messias está reinando desde 1914 e que o reino é na terra, todavia um grupo menor, composto de 144 mil, começou a subir ao céu, ressuscitados espiritualmente a partir de 1918. Os adeptos esperavam para 1975, o fim dos sistemas do mundo, com a guerra do Armagedom. Outro grave erro do jeovismo é negar a ressurreição de Cristo, ao dizer que Seu corpo terreno desapareceu da sepultura e que o corpo no qual Ele apresentou-se posteriormente, era outro (espiritual). A Escrituras diz que Ele não se corrompeu na sepultura (At 2:27, 31).

 

6. Podemos acreditar em Ellen White? Que provas temos de que suas visões e revelações não são do ETERNO?

Como dissemos, basta um erro para que o profeta seja falso. Analisemos uma de suas visões: "Em 1847, enquanto os irmãos estavam reunidos no sábado em Topsham, Maine, o Senhor deu-me a seguinte visão: Sentíamos um incomum espírito de oração .... Estávamos muito felizes. Logo perdi de vista as coisas terrestres e fui arrebatada em visão da glória do ETERNO.

Vi um anjo que voava ligeiro para mim. Rápido levou-me da Terra para a Cidade Santa. Na cidade vi um templo no qual entrei." (Ellen White, Primeiros Escritos, pág 32; 3ª Ed.

Há templo na cidade? Leia Ap 21:22.  

CLIC AQUI para ver um extenso estudo sobre a profetiza e sua profecia sobre a Porta Fechada...

 

 

SAIR