Make your own free website on Tripod.com
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 .

PROFECIAS BÍBLICAS

 

 Curso de Investigação Bíblica Interdenominacional

Estudo Adicional

 

JERUSALÉM

Foram-me indicados então alguns que estão em grande erro de crer que é seu dever ir à antiga Jerusalém, entendendo que têm uma obra a fazer ali antes que o Senhor venha. Tal opinião é de molde a afastar a mente e o interesse da presente obra do Senhor, sob a mensagem do terceiro anjo, pois os que pensam que devem não obstante ir a velha Jerusalém terão sua mente firmada ali, e os seus recursos serão tirados da causa da verdade presente para permitir a eles e outros estar ali. Vi que tal missão não realizaria nenhum bem real, que levaria um bom espaço de tempo para levar alguns judeus a se tornarem crentes mesmo na primeira vinda de Cristo, quanto mais no Seu segundo advento. Vi que Satanás havia enganado sobremodo alguns neste ponto e que as almas a todo redor deles, neste país, poderiam ser ajudadas por eles e levadas a guardar os mandamentos de Deus, mas foram, deixando-as perecer. Vi também que a velha Jerusalém jamais seria reconstruída, e que Satanás estava fazendo o máximo para levar a mente dos filhos do Senhor para essas coisas agora, no tempo do ajuntamento, impedindo-os de  dedicar todo o seu interesse à presente obra do Senhor, levando-os assim a negligenciarem a necessária preparação para o dia do Senhor. Ellen G. White - Primeiros Escritos pg 75-76

Quando E. G. White escreveu isso, Jerusalém tinha uma população estimada em 18 a 20 mil habitantes.

População de Jerusalém em diferentes tempos

Ano

Judeus

Muçulmanos

Cristãos

Total

1525

1000

3700

 ?

4700

1538

1150

6750

 ?

7900

1553

1634

11,750

 ?

12,384

1562

1200

11,450

 ?

12,650

1844

7120

5000

3390

15,510

1876

12,000

7560

5470

25,030

1896

28,110

8560

8750

45,420

1922

34,000

13,400

14,700

62,600

1931

51,200

19,900

19,300

90,500

1944

97,000

30,600

29,400

157,000

1948

100,000

40,000

25,000

165,000

1967

195,700

54,963

12,646

263,307

1980

292,300

 ?

 ?

407,100

1985

327,700

 ?

 ?

457,700

1987

340,000

121,000

14,000

475,000

1990

378,200

131,800

14,400

524,400

1995

482,000

164,300

16,300

662,600

1996

421,200

 ?

 ?

602,100

2000

448,800

208,700

 ?

657,500

2004

464,000

 ?

 ?

692,000

 

1948 – Reino Unido retira-se da Palestina. O país é invadido por Estados vizinhos. É declarado o Estado de Israel a 14 de Maio

1948 – Domínio Israelita

1949 – Jerusalém é dividida entre dois países; Jerusalém é proclamada capital de Israel; Jerusalém Oriental fica sob domínio da Jordânia

1967 – Israel ocupa a Velha Jerusalém durante a Guerra dos Seis Dias


"Portanto profetiza, e dize-lhes: Assim diz o Senhor Deus: Eis que eu abrirei as vossas sepulturas, e vos farei sair das vossas sepulturas, ó povo meu, e vos trarei à terra de Israel"(Ez 37.12).

Um fato estarrecedor abalaria o mundo na década de 40: a Segunda Guerra Mundial! Isto serviria de pano-de-fundo para que Deus pudesse atuar e realizar o maior milagre jamais visto numa nação: o renascimento do Estado de Israel!*

Deus retira da escória de guerra judaica aquela que seria a nação mais poderosa do Oriente Média na atualidade! A história foi feita em meio à morte e destruição, desesperança e dor, porém, ali estavam as mãos do Eterno guiando as nações para agirem de acordo com Seus decretos e concretizarem seu maior propósito na história atual: Israel novamente em sua terra!

·  O agir de Deus
Enquanto a guerra se desenvolvia, Deus agia nos bastidores da história para consolidar seus projetos e aniquilar definitivamente os propósitos daqueles que pretendiam levantar-se contra Israel.

"Em maio de
1947, a Assembléia Geral da ONU, adotou uma resolução estabelecendo o Comitê Especial das Nações Unidas para a Palestina, integrado por 11 países. O problema da Palestina havia se agravado e a Grã-Bretanha, como potência mandatária, já não tinha condições de manter a paz e a ordem e controlar as agitações e violências que lá irrompiam". Este foi um dos primeiros passos dados pela ONU para que a profecia de Ezequiel se cumprisse!

Após os primeiros passos serem dados, já no ano de 1948 o Senhor providencia para que, no dia 14 de maio seja proclamado o Estado de Israel!

Este foi e continua sendo um milagre que o mundo presenciou e que lhe proporcionou a oportunidade de reconhecer que Deus existe e que continua no governo (controle) da história da humanidade! Não há paralelo na história de tal fato! Somente através da ação minuciosa e precisa de Deus tal coisa seria possível! E aconteceu!

O Eterno cuidou para que nenhum detalhe fosse esquecido na restauração do Estado de Israel!

Em primeiro lugar temos Israel recebendo de volta a mesma terra que havia sido dada por Deus aos seus antepassados Abraão, Isaque e Jacó.Em segundo lugar, a língua falada em Israel é também a mesma falada pelos patriarcas e profetas do Velho Testamento: o hebraico! Em terceiro lugar a moeda utilizada em Israel é também a mesma dos tempos bíblicos: o shekel (siclo)!

Poderíamos citar muitas outras coisas, porém o importante é percebermos que a restauração realizada pelo Eterno foi total! Ele não se esqueceu de nenhum detalhe!


O RETORNO DO POVO

Como Vimos na profecia de Ezequiel 37, o povo que retornaria para recompor a nação de Israel seriam aqueles ressurretos do "vale de ossos secos". Ezequiel, quando foi arrebatado pelo Deus Eterno viu o Holocausto... Ele presenciou o morticínio de seis milhões de judeus e os viu espalhados pelo vale... Ali não havia vida nem sequer a esperança de que aquele quadro fosse revertido. Porém a voz do Senhor lhe diz: (Ez 37.3).

“Então, me perguntou: Filho do homem, acaso, poderão reviver estes ossos? Respondi: SENHOR Deus, tu o sabes”.  
O retorno do povo de Israel já estava acontecendo lentamente, mas foi em 1948 com a restauração da nação que a profecia se cumpre de forma plena! Muitos judeus profetizaram o retorno de seu povo à Eretz Israel! Foi preciso que o Espírito de Deus se movesse e pusesse nos lábios desses homens uma palavra de esperança: Israel voltará a existir! Eles diziam isso contra todas as possibilidades e muitas vezes foram escarnecidos pelos próprios irmãos que não criam que tal coisa fosse possível. Mas o Senhor havia dito: "Profetiza..." E foi assim que aconteceu!

Os primeiros habitantes de Israel foram justamente aqueles que "restaram" do Holocausto! Então cumpriu-se também o que fora dito pelo profeta Isaías: "Não temas, pois, porque sou contigo, trarei a tua descendência desde o oriente, e a ajuntarei desde o ocidente. Direi ao norte: entrega; e ao sul: não retenhas; trazei meus filhos de longe, e minhas filhas das extremidades da terra" (Is 43:5,6).

Quando nasceu o Estado de Israel, em 14.05.1948, judeus de pelo menos 87 nações da terra regressaram e ERETZ ISRAEL. "O Reaparecimento do Israel significa que o tempo das nações está chegando ao fim! O que até agora estava em baixo - Israel na dispersão, os judeus perdidos entre os povos - está agora vindo para cima. Mas o que estava em cima - todos os povos da terra - afunda para baixo. Um exemplo disso nos é dado pelo agricultor: quando ele ara seu campo, as minhocas escondidas na terra repentinamente ficam em cima. E é justamente isso que Deus o Senhor quer dizer ao afligido povo de Israel."

ORIENTE: Da Índia, Afeganistão, Malásia, China, Iraque (antiga Babilônia). Só do Iraque uma comunidade inteira de 113.000 regressou à Israel em 1959, na operação aérea"Ali Babá" (Is 60:8).

“Quem são estes que vêm voando como nuvens e como pombas, ao seu pombal?”.

OCIDENTE: "Ajuntarei" - uma seleção de judeus do ocidente regressou, enquanto outros permanecem lá, apoiando Israel com suas finanças.

NORTE: "Entrega" - Há cerca de 3 milhões de judeus na União Soviética. Por uma ordem divina, todos sairão. No ano de 1990 muitos milhares regressaram a Israel.

SUL: "Não retenhas" - Do IEMEN uma comunidade de 43.000 judeus iemitas atravessou a Península da Arábia e chegou à Colônia Britânica de Áden, rumo à terra dos seus pais, dizendo ter chegado a hora de partir.

 

Na atualidade


Tudo isso nos mostra como o agir de Deus é profético e está intrinsecamente ligado à Sua Palavra! Todas as coisas que foram ditas pela boca do Eterno se cumprirão, pois está escrito: "Assim será a palavra que sair de minha boca: ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei" (Is 55.11).

By IDSD